MPF-SP denuncia acusado de pornografia infantil

O Ministério Público Federal em Sorocaba (SP) denunciou J.R.S., de 33 anos, por ter fornecido pela internet e assegurado o acesso a arquivos contendo imagens de pornografia e sexo explícito envolvendo crianças e adolescentes.

Foram apreendidos três computadores, sendo que dois pertenciam a ele. Em uma destas máquinas foi constatado o armazenamento de fotos e vídeos de pornografia infantil que eram compartilhados via Limewire, segundo a denúncia do MPF.

Nesse tipo de investigação, não há mandados de prisão para serem cumpridos porque esse crime requer flagrante, ou seja, caso alguém seja pego enviando ou baixando pornografia infantil pela internet no momento da blitz policial.O Estatuto da Criança prevê pena de até oito anos de reclusão para o crime de pedofilia. O inquérito que investigou J.R.S. é resultado da Operação Carrossel 2, da Polícia Federal.

Redação Geral

Você e sua moto! Nós amamos motos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *